Notícia

Dimensionamento de rede assistencial para garantia do acesso.

Postado em 04/09/2016 Por Lucia Helena da Silva Mendes

O planejamento, gerenciamento e monitoramento das redes assistenciais devem considerar além dos parâmetros de suficiência de rede, as referências populacionais e epidemiológicas de parâmetros de necessidade e de produção potencial de serviços.

A saúde suplementar no Brasil representa 25% da assistência à saúde da população. Os principais executores do sistema de saúde privado são as operadoras e os prestadores de serviços de saúde.

Para a gestão da rede assistencial, as operadoras devem cumprir as Resoluções Normativas publicadas pela Agência Nacional de Saúde Suplementar. Mais do que cumprir as normas regulamentares, a gestão da rede assistencial é imprescindível no atendimento da saúde dos beneficiários - atenção primária, secundária e terciária. É necessário uma rede assistencial dimensionada que atenda muito mais do que os “Parâmetros de Suficiência de Rede”.

O planejamento, gerenciamento e monitoramento das redes assistenciais devem considerar além dos parâmetros de suficiência de rede, as referências populacionais e epidemiológicas, as necessidades de saúde e produção potencial de serviços. Além disso, outras referências devem ser incluídas para garantir o acesso e melhor qualidade assistencial aos beneficiários do setor de saúde privado.


Voltar

Agenda


Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sáb
Dom

Receba nossa Newsletter

Mantenha-se informado sobre as notícias mais interessantes do nosso meio, assim como as novidades e agendamentos de cursos e palestras da Province Saúde.


Outras Notícias

Nova norma da ANS relativa à junta médica ou odontológica

Em casos de divergências entre a operadora de plano de saúde e o profissional de saúde que assiste ao beneficiário quanto à indicação de realização de um determinado procedimento ou da utilização de tipos específicos de órteses, próteses ou outros materia
Saiba mais

Cartilha detalha cobrança do ressarcimento ao SUS

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) elaborou uma cartilha quanto ao fluxo de trabalho desenvolvido pelo setor de recolhimento do ressarcimento ao Sistema Único de Saúde (SUS).
Saiba mais

Grupo de Trabalho estuda as alterações na RN277/2011 na ANS que trata da Acreditação de Operadoras

A ANS convocou várias entidades do setor de saúde suplementar para participar do Grupo de Trabalho GT para revisar a RN 277/2011 que trata da Acreditação de Operadoras
Saiba mais

UNIDAS está buscando Empresas para compor as equipes de Avaliação do Programa UNIPLUS

O UNIPLUS – Programa de Qualificação dos Prestadores de Serviços de Saúde foi criado com o objetivo de avaliar e monitorar a qualidade assistencial e o desempenho de hospitais e clínicas em todo o Brasil.
Saiba mais